Biografia narra a trajetória de Antonio Fagundes no teatro

Um colosso de talento e simpatia, Antonio Fagundes, referência no teatro, cinema e televisão, é tema de pesquisa que acaba de sair pela Editora Perspectiva. Com quase 500 páginas, Antonio Fagundes – No Palco da História: Um Ator é uma reflexão densa sobre sua trajetória artística iniciada em 1963, no Colégio Rio Branco, São Paulo, aos 14 anos, com a montagem da peça A Ceia dos Cardeais, do português Júlio Dantas. São 55 anos de carreira.

Tudo começou com pesquisa da professora Rosangela Patriota sobre o trabalho de Fernando Peixoto (1937-2012). No processo de entrevistar pessoas ligadas ao diretor de teatro gaúcho, a autora soube que Fagundes, dirigido por ele em Caminho de Volta (1974), manifestou interesse em colaborar com o projeto.

“Isso ocorreu no início de 2002”, revela Rosangela, em entrevista ao Metrópoles. “Tivemos nosso primeiro contato e conversamos longamente sobre teatro, cinema, literatura e cultura em geral. Na oportunidade, Fagundes me perguntou se o teatro da década de 1980 me interessava como tema de pesquisa”, conta.

Globo/João Miguel Júnior

Antonio Fagundes como Afrânio, de Velho Chico

 

A sugestão do ator era lançar um olhar crítico sobre a Companhia Estável de Repertório, trupe criada por Fagundes e amigos em 1982. Deu certo, a isca foi mordida e o projeto avançou em 2005 com aprovação de bolsa do CNPq. “Desenvolvi análises sistemáticas e, sobre a Companhia Estável de Repertório, comecei a perceber que ela era o coração de trajetória extremamente diversificada e significativa”, avalia.

Biografia intelectual
Recheado de dezenas de fotos sensacionais do ator em cena e depoimentos a rodo do homenageado, o livro pode assustar fãs em busca de detalhes específicos de sua via pessoal. Trata-se de uma biografia intelectual, calcada em seus passos no teatro e com forte pegada acadêmica. Em outras palavras, um trabalho de pesquisa para entender e refletir o papel desse ator/produtor na construção do teatro brasileiro a partir de trajetória marcante.

As primeiras atuações no teatro amador; as peças de resistência à ditadura do mítico grupo Arena; o surgimento da Companhia Estável de Repertório, nos anos 1980; os dilemas e conflitos das artes cênicas na ausência de uma política cultural. Esses são alguns dos temas abordados nesse amplo mergulho teórico de uma carreira. O interessante é que a pesquisa permite um diálogo com a atuação de Fagundes no cinema e televisão, talvez sua vitrine mais relevante.

Reprodução

Antonio Fagundes – No Palco da História: Um Ator
De Rosangela Patriota. Editora Perspectiva. 488 páginas, R$ 84,90

 

“Fagundes, por excelência, é um homem de teatro. Iniciou e desenvolveu sua carreira no teatro amador e, na sequência, no Teatro de Arena. Como inúmeros outros atores do Arena, atuavam na TV Tupi e no cinema. Nos palcos, aprimorou-se intelectual e artisticamente e, como profissional, ampliou seus horizontes. Contribuiu com os referidos veículos, como propiciou a ele ampliar significativamente o seu público”, comenta a autora.

from Entretenimento – Metrópoles https://ift.tt/2wR2KGv

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s